Glossário
Header shadow

Glossário

Alada – Quando uma estrutura possui extensões semelhantes a uma asa. Geralmente ocorre no pecíolo das folhas, em caules, sementes ou frutos.

Arilo – Diz-se da cobertura, geralmente carnosa, de algumas sementes.

Clímax – De uma forma bastante simplificada são espécies que necessitam de um ambiente mais estável e maduro para se estabelecerem. Na Mata Atlântica, as condições desses ambientes são, geralmente, de maior sombra e umidade. Espécies desse tipo possuem crescimento lento e estão presentes em florestas mais preservadas ou matas consideradas “virgens”.

Composta (folha composta) – Folha que possui o limbo (ver abaixo) subdividido em folíolos, que são semelhantes a folhas menores, dando a impressão de serem várias folhas, mas que na verdade constituem uma folha só. Podem ser vistas em árvores comuns na arborização das cidades, como o flamboyant, a cássia e a sibipiruna.

Endêmica (espécie) – Diz-se da espécie com ocorrência restrita a um dado local. Pode ser de um tipo de ambiente, uma região apenas ou um fragmento de vegetação, montanha etc..

Estípula – Estrutura localizada na base da folha que, às vezes, pode ter a forma de uma escama, mas dependendo da família assume formatos diferentes.

Fissurada (casca) – Casca com fendas profundas.

Folíolos – Partes de uma folha composta que contém as divisões do limbo, e que em conjunto formam a folha inteira.

Gênero/Epíteto – O que compõe o nome científico de uma espécie e sempre deve estar destacado no texto. Ex.: Amburana cearensis, onde Amburana é o nome do gênero e cearensis é o epíteto específico.

Glândulas – Estruturas que secretam substâncias açucaradas, oleosas ou proteicas que atraem, na maioria das vezes, insetos. 

Inflorescência – Nome dado ao ramo de onde se originam diversas flores em muitas espécies de plantas. 

Infrutescência – Nome dado ao mesmo ramo da inflorescência que originou frutos. 

Limbo – É o que se conhece popularmente como a folha em si. Pode ser chamado de lâmina foliar sendo a parte mais achatada e larga da folha, ficando direcionada para a luz. 

Melíferas (flores melíferas) – Flores que produzem grande quantidade de néctar, sendo visitadas por muitas abelhas que o coletam para a produção de mel.

Pioneira – De forma simplificada, é uma planta com capacidade de colonizar um ambiente pela primeira vez e modificá-lo, criando condições para que outras espécies possam se estabelecer. Ocorrem com frequência na borda da vegetação ou em clareiras abertas no meio desta. Possuem crescimento bastante rápido, são tolerantes a insolação, ao ressecamento e a solos menos férteis. São as principais espécies que fecham as “feridas” abertas em uma floresta.  

Secundária – De uma forma simplificada, são espécies que se desenvolvem mais lentamente, necessitando de certo grau de sombreamento e/ou umidade para isso. Em reflorestamentos, geralmente são plantadas junto ou depois das espécies pioneiras.

Simples (folha simples) – Folha cujo limbo é inteiro como ocorrem em árvores comuns na arborização urbana com na amendoeira, jaqueira, no abacateiro, no bougainville etc. Ou seja, a folha não se divide em vários folíolos.

Tricomas – Estrutura de origem epidérmica que pode, ou não, ter função secretora de algum composto, cuja forma mais comum é o pelo.

Vagens – Fruto comum na família das leguminosas (Fabaceae), como pode ser visto no feijão, na ervilha, na soja, na fava e no que compramos no mercado como “vagem”.

Ações já realizadas

30 original

Parque Natural Municipal de Grumari

Parque Natural Municipal de Grumari
4 6 2 8 Especies apadrinhadas
Cedae

Recuperação das Margens do Rio Macacu

O Projeto de Recuperação Ambiental da Bacia do Rio Macacu implica em investimento em ações de reflorestamento de matas ciliares, com o plantio de milhões de mudas de Mata Atlântica, e na criação do Parque Fluvial do Rio Macacu. O trabalho de reflorestamento está sendo feito por 150 apenados do sistema prisional fluminense.

O parque fluvial forma um corredor florestal ao longo das margens do rio – que nasce no Município de Cachoeiras de Macacu, a mais de 1.700 metros de altura –, a partir dos limites do Parque Estadual dos Três Picos, no interior da APA da Bacia do Rio Macacu. O projeto de recuperação da bacia inclui obras de recuperação do Rio Macacu e de seu efluente Guapiaçu.

De autoria do paisagista Fernando Chacel, o projeto do Parque Fluvial do Rio Macacu prevê a construção de trilhas, coreto e até um cinema ao ar livre, que servirão de ponto de atração turística e de integração da população da região.

Com uma superfície de 1.250 km² e abrangendo parte dos municípios de Cachoeiras de Macacu, Guapimirim e Itaboraí, a Bacia do Rio Macacu tem importância estratégica para o estado. As águas do rio, tratadas no sistema Imunana/Laranjal, abastecem milhares de habitantes e indústrias nos municípios de São Gonçalo, Niterói e Cachoeiras de Macacu, além da Ilha de Paquetá.

4 4 Especies apadrinhadas
Plante agua

Plante Água

Garantir que as margens dos rios permaneçam reflorestadas é um dos meios mais importantes para proteger todo o ecossistema natural. Assim, plantar árvores significa também plantar água. No Green Natiom 2016 você ajuda esse ciclo com espécies plantadas nas margens do Rio Guandu pela CEDAE, através do projeto Programa Socioambiental Replantando Vida. As árvores estão localizadas em Queimados - RJ, onde funcionava um areal clandestino que desmatou a mata ciliar e desestabilizou as margens deste importante Rio, e fazem parte de um conjunto de 50 mil plantadas.

O local de plantio foi estrategicamente alocado nas margens do Rio Guandu, em uma área onde antes funcionava um areal clandestino, que durante anos de exploração desmatou a mata ciliar e desestabilizou as margens deste importante rio. Próximo a esta área, existe ainda uma saibreira desativada, que configura ainda hoje, uma fonte pontual de resíduos, contribuindo para assoreamento do Rio Guandu. Espera-se que o reflorestamento neste local, contribua para a estabilização das margens e funcione como um filtro, evitando que sedimentos desta saibreira desativada, cheguem ao corpo hídrico.

1 1 Especies apadrinhadas
Hr bg