Glossário
Header shadow

Espécies apadrinhadas

Angico Liso Anadenanthera macrocarpa

É também uma planta de hábito pioneiro.

As flores são brancas e dispostas em inflorescência do tipo panículas. Os frutos são do tipo como vagens de legumes, porém achatadas, com 10 a 20 cm de comprimento onde se desenvolvem em media de 5 a 10 sementes por fruto.
A multiplicação da espécie ocorre somente através destas sementes.

O uso dos angicos na medicina popular é amplo e é feito através da extração dos princípios ativos curativos pela casca ou pela goma (resina), por infusão, xarope, maceração ou tintura.


A casca dos angicos é rica em taninos, mucilagens e alcaloides que têm ação medicinal hemostática, depurativa, adstringente, cicatrizante e emulsificante peitoral.

OBS: O angico-branco (Anandenanthera colubrina e a Parapiptadenia rigida), o vermelho (Anandenathera macrocarpa), e o angico-do-cerrado (Anandenanthera falcata) são os mais usados na medicina popular ou, pelo menos, os mais documentados para este uso.

* O uso de qualquer planta medicinal deve ser indicado e ministrado por médico ou pessoa capacitada que conheça seguramente a espécie envolvida, seus usos e contra-indicações. Este conteúdo visa apenas informar as utilizações mais comuns das espécies citadas, e desaconselhamos qualquer tipo de automedicação, pois o uso de indevido de algumas plantas pode trazer sérios riscos a vida.
Hr bg